quinta-feira, 28 de junho de 2012

“O kit gay e a decisão de Valdemiro Santiago. E agora?”


Colunista critica eventual apoio de Valdemiro Santiago ao pai do kit gay: “Em ano eleitoral ‘demônios’ viram ‘anjos’ e vice versa”. Leia na íntegra...

A informação de que o apóstolo Valdemiro Santiago, líder da Igreja Mundial do Poder de Deus, poderá apoiar o candidato do Partido dos Trabalhadores à prefeitura de São Paulo, Fernando Haddad, foi tema de um artigo de Paulo Teixeira, colunista do Gospel+.
Fernando Haddad é ex-ministro da educação e considerado pela mídia como o “pai do kit gay”, material que seria distribuído nas escolas públicas do Brasil e que foi suspenso pela presidente Dilma Rousseff.
Segundo Teixeira, “em ano eleitoral pode-se esperar as mais estapafúrdias surpresas. São dias onde ‘demônios’ viram ‘anjos’ e vice versa”.
O colunista lembra que a ex-prefeita de São Paulo, Luiza Erundina, se recusou a sair candidata à vice na chapa de Haddad, após o PT aceitar o apoio de Paulo Maluf: “Mesmo discordando de ideais políticos defendidos pela deputada federal Luíza Erundina (PSB/SP), tenho que concordar que ela mostrou-se fiel aos seus princípios e com caráter, ao não aceitar ser vice na chapa de Haddad devido à aliança petista com Paulo Maluf. Erundina e Maluf sempre defenderam ideais antagônicos”.
Com base na atitude de Erundina, Teixeira critica a possível aliança de Santiago com Haddad: “A mesma atitude de fidelidade aos princípios e ideais de Erundina não será a tomada por Valdemiro, caso se confirme seu apoio ao ‘pai do kit gay’. Pela lógica, Santiago que diz ser seguidor de Cristo deveria prezar pela moralidade e pelos bons costumes, combatendo veementemente qualquer ato ofensivo a Deus, como os anti-família, por exemplo”, frisa Teixeira. Fonte Gospel+. Na fé Letícia Ferreira.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...