quarta-feira, 5 de setembro de 2012

Batismo: “Como disse o apóstolo Paulo, tudo perde seu valor comparado a conhecer a Jesus e o poder da Sua ressurreição”!!!



"Portanto, fomos sepultados com ele na morte por meio do batismo, a fim de que, assim como Cristo foi ressuscitado dos mortos mediante a glória do Pai, também nós vivamos uma vida nova. Se dessa forma fomos unidos a ele na semelhança da sua morte, certamente o seremos também na semelhança da sua ressurreição. Pois sabemos que o nosso velho homem foi crucificado com ele, para que o corpo do pecado seja destruído, e não mais sejamos escravos do pecado." Romanos 6:4-6.
Fica bem claro que Cristo é o modelo a ser seguido para se descobrir o significado do batismo e é por isso que enfatizo sempre a expressão "à imagem de Cristo". O modelo diz: primeiro a morte, depois a ressurreição. Se não entrarmos nas águas com a firme convicção de morrer para o pecado, o resultado será apenas ficar todo molhado. A água em si não tem poder algum para salvar, isso tem de ser feito de coração e com o maior entendimento possível.
Da mesma maneira que Jesus morreu e logo ressuscitou, esse deve ser o modelo da nossa nova vida. Quando Cristo foi sepultado, Ele sofreu uma tremenda transformação no túmulo, tanto que, quando emergiu, estava totalmente diferente de quando entrou. Nem mesmo os discípulos O reconheceram. Até mesmo Paulo disse o seguinte se referindo aos apóstolos:
"De modo que, de agora em diante, a ninguém mais consideramos do ponto de vista humano. Ainda que antes tenhamos considerado Cristo dessa forma, agora já não o consideramos assim" II Coríntios 5:16
A nova criação não é uma manifestação da carne, pois nosso espírito é transformado pela ressurreição.
Uma vez impregnado, o espírito começará um crescimento interior. Cada parte de nosso espírito é despertada e desenvolvida e recebemos uma nova e crescente sensibilidade. Coisas das quais antes gostávamos, agora passamos a detestar. Sentimos um distanciamento de ambientes mundanos. Ouvir palavras vulgares passa a nos incomodar. Acima de tudo, detestamos pecar e entristecer o Espírito Santo.
A nova criação deseja as coisas do alto e não ficara calada, mas falará a todos sobre Jesus. Ela é valente e ama a justiça. É cheia do temor de Deus e de amor pelo próximo. Como disse o apóstolo Paulo, tudo perde seu valor comparado a conhecer a Jesus e o poder da Sua ressurreição.
A ressurreição não será o estado final dos filhos de Deus quando ressuscitarmos dos mortos. Ela é o poder que dá vida à nova criatura gerada em nós. fonte: A iniquidade de Ana Mendes. Na fé Letícia Ferreira.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...