quinta-feira, 31 de outubro de 2013

"Somente".... (31 de Outubro... Dia da Reforma Protestante)


-Sola fide (somente a fé)...Sola fide é o ensinamento de que a justificação (interpretada na teologia protestante como "sendo declarada apenas por Deus") é recebida somente pela fé, sem qualquer interferência ou necessidade de boas obras, embora na teologia protestante clássica, a fé salvadora é sempre evidenciada, mas não determinada, pelas boas obras.

-Sola scriptura (somente a Escritura) ...Sola Scriptura é o ensinamento de que a Bíblia é a única palavra autorizada e inspirada por Deus e, é única fonte para a doutrina cristã, sendo acessível a todos.

-Solus Christus (somente Cristo)...Solus Christus ou Solo Christo é o ensinamento de que Cristo é o único mediador entre Deus e a humanidade, e que não há salvação através de nenhum outro (por isso, a frase é mostrada às vezes em caso ablativo (Cristo somente/sozinho) o que significa que a salvação é "somente por Cristo").

-Sola gratia (somente a graça)...Sola gratia é o ensinamento de que salvação vem por graça divina ou "favor imerecido" apenas, e não como algo merecido pelo pecador.

-Soli Deo gloria (glória somente a Deus)...Soli Deo gloria é o ensinamento de que toda a glória é devida somente a Deus, pois a salvação é realizada unicamente através de sua vontade e ação e não só da toda suficiente expiação (ver: Paixão) de Jesus na cruz, mas também o dom da fé em que a expiação, é criada no coração do crente pelo Espírito Santo. Na fé Letícia Ferreira.

2 comentários:

  1. Parte I Comentário

    Minha irmã Letícia e meus irmãos cristãos, que a paz de Jesus Cristo, Nosso Senhor, esteja com todos vós.

    1- Como vocês já sabem, todos nós, como filhos de Deus, somos dotados por Ele, de livre arbítrio para decidirmos sobre nossa vida, não competindo a nós, julgarmos quem quer que seja, por seus atos.
    No entanto, é minha opinião, que nada nos impede de repassarmos aos outros o que pensamos, sobre esse assunto temático, já que ele é público e diz respeito a ICAR, da qual confessamos nossa fé e, que às vezes, por ignorância, continua a ser acusada injustamente, por pessoas de boa fé, mas, que não a conhecendo, não têm opinião própria e/ou preparo necessário para entender a sua verdade ou mesmo, não querem, pelo fato da maioria, talvez por já terem sido desviado da verdadeira Igreja de Cristo por falsos mestres e, por terem já, a cabeça feita por programadores profissionais da fé.
    Muito cuidado com isso, irmãos, pois sobre a influência maléfica de falsos mestres, São Pedro nos adverte para perseverarmos na esperança: “1. Assim como houve entre o povo falsos profetas, assim também haverá entre vós falsos doutores que introduzirão disfarçadamente seitas perniciosas. Eles, renegando assim o Senhor que os resgatou, atrairão sobre si uma ruína repentina. 2. Muitos os seguirão nas suas desordens e serão deste modo a causa de o caminho da verdade ser caluniado. 3. Movidos por cobiça, eles vos hão de explorar por palavras cheias de astúcia. Há muito tempo a condenação os ameaça, e a sua ruína não dorme.” ( Pedro II 2:1-3).
    Também São João nos adverte sobre o Anticristo divide e luta contra a Igreja de Jesus Cristo, dizendo: “ 18. Filhinhos, esta é a última hora. Vós ouvistes dizer que o Anticristo vem. Eis que já há muitos anticristos, por isto conhecemos que é a última hora. 19. Eles saíram dentre nós, mas não eram dos nossos. Se tivessem sido dos nossos, ficariam certamente conosco. Mas isto se dá para que se conheça que nem todos são dos nossos.” (João I, 2: 18-19)
    2- A Igreja Católica Apostólica Romana nascida da unidade das Igrejas Cristãs Primitivas,, para se tornar a verdadeira Igreja-mãe do Cristianismo, edificada com fundamentos bíblicos, pois foi estabelecida por Nosso Senhor Jesus Cristo, quando chamando Pedro disse: “Tu és Pedro e sobre esta pedra edificarei minha Igreja” (Mat. 16:18). É bom observar-se que Jesus utilizou o nome Igreja no singular, Ele jamais se referiu a ela no plural, ou seja, “as minhas Igrejas”, provando que para Ele, só existe uma Igreja, àquela que Ele fundou para Ele.
    3- São Paulo ensinou claramente que é a Igreja que é o pilar e o mastro principal da verdade (Tim. 1, 3:16). Nosso Senhor deu a Pedro a autoridade, e incumbiu os Apóstolos a pregar em Seu nome. “Como meu Pai me enviou eu também vos envio”. (João 20:21). Nosso Senhor fundou uma Igreja para pregar em Seu Nome: “Aquele que os escutam, é a Mim que está escutando, aquele que os rejeitam é a Mim que rejeitam” (Lucas 10:16). “E aquele que não ouvir a Igreja, seja considerado pagão e pecador público”. (Mat: 18:17).
    Meus irmãos, por favor, peçam a inspiração do Espírito Santo para poderem compreender essas coisas de Deus, enquanto é tempo e, meditem sobre isso comparando com paciência e imparcialidade suas dúvidas, amparadas no amor a Deus e ao próximo; na fé em Jesus Cristo; na humildade (lembrem, ninguém barganha com Deus. Ele espera nossa decisão de adorá-lo e de louvá-lo por amor e não, pela promessa de riqueza, poder, bens materiais,etc, porque isso Ele já nos reserva a cada um a parte que sua misericórdia permite e, pelo qual, devemos agradecê-lo diariamente.); na justiça e com misericórdia. Assim, suas respostas serão iluminadas e benditas.
    São essas, nossas humildes contribuições e colaboração ao fortalecimento de nossa fé

    Paz e bem.

    S. Farias (O Pacificador) Rondônia


    ResponderExcluir
  2. Parte II Cont. Comentário

    Minha irmã Letícia e meus irmãos cristãos, que a paz de Jesus Cristo, Nosso Senhor, esteja com todos vós.


    4- De tudo isso e à luz do acima exposto, por isso, fizemos questão de fundamentar nossas opiniões, em defesa de nossa ICAR, não por vaidade mas, buscando informarmos a verdade. Daí, presumimos que um protestante que deixa sua ordem e vem para a Igreja de Cristo, ele não pode ser considerado infiel, uma vez que ele estaria retornando à sua Igreja-Mãe, diferente de uma pessoa que deixa a Igreja Una Católica Apostólica Romana, como p. ex.:
    i) um Católico que abandona a fé Católica para seguir uma seita Protestante não salvará sua alma;
    ii) Aderir ao Protestantismo é abandonar o Sacramento da Confissão;
    iii) Aderir ao Protestantismo é abandonar a crença no Sagrado Sacrifício da Missa;
    5- O reforço de seus fundamentos continua aqui, pois, a cada igreja que o homem funda, ele divide o Corpo Místico de Cristo:
    “(Pedro,) apascenta o meu rebanho.” (João 21,15-17);
    “Haverá um só rebanho e um só pastor” (João, 10:16);
    “Eu lhes dei a Glória que me destes, para que eles sejam um, assim como nós somos um” (João 17:22);
    “Eu roguei por ti, para que a tua fé não desfaleça. E tu, confirma os teus irmãos.” - Jesus Cristo a S. Pedro(Lucas 22, 31-32);
    “Irmãos, sabeis que há muito tempo Deus me escolheu dentre vós (Apóstolos), para que da minha boca os pagãos ouvissem a Palavra do Evangelho.” - S. Pedro Apóstolo, primeiro Papa da Igreja de Cristo(Atos dos Apóstolos 15, 7);
    “Porque já é manifesto que vós (a Igreja) sois a Carta de Cristo, ministrada por nós (Apóstolos), e escrita não com tinta, mas com o Espírito do Deus vivo, não em tábuas de pedra, mas nas tábuas de carne do coração (...); o qual nos fez também capazes de ser ministros de um novo testamento, não da letra, mas do Espírito; porque a letra mata e o espírito vivifica”.(2Cor 3,3.6);
    “Ele é também a Cabeça daquele corpo que é a Igreja” (Colossenses, 1:18);
    “Ora, vocês são o corpo de Cristo e membros dele cada qual por sua parte” (Coríntios I, 12:27);
    “Pois somos membros do seu corpo” (Efésios, 5:30);
    “Há um só corpo e um só espírito, como também uma só esperança... um só Senhor, uma só Fé, um só Batismo” (Efésios 4:4-5);
    6- Meus irmãos, por favor, peçam a inspiração do Espírito Santo para poderem compreender essas coisas de Deus, enquanto é tempo e, meditem sobre isso comparando com paciência e imparcialidade suas dúvidas, amparadas no amor a Deus e ao próximo; na fé em Jesus Cristo; na humildade (lembrem, ninguém barganha com Deus. Ele espera nossa decisão de adorá-lo e de louvá-lo por amor e não, pela promessa de riqueza, poder, bens materiais,etc, porque isso Ele já nos reserva a cada um a parte que sua misericórdia permite e, pelo qual, devemos agradecê-lo diariamente.); na justiça e com misericórdia. Assim, suas respostas serão iluminadas e benditas.

    Paz e bem.

    S. Farias (O Pacificador) Rondônia

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...